Finanças

Quais as diferenças entre rentabilidade e lucratividade?

Escrito por Finanças 360°

Na linguagem empresarial, em muitas ocasiões, rentabilidade e lucratividade são termos utilizados com o mesmo intuito. Além disso, muita gente confunde as duas ideias.

Porém, o sentido literal das duas palavras é distinto. E para gerir a sua empresa de forma eficiente, é necessário saber caracterizar bem os dois conceitos, de modo que você entenda melhor o desempenho de seu negócio e tome decisões melhores.

Ficou curioso sobre o tema? Leia o texto até o fim para saber a diferença entre rentabilidade e lucratividade.

O que é rentabilidade?

A rentabilidade é um conceito ligado diretamente à capacidade de produção de lucros de um produto.

Para saber se uma empresa é rentável, é preciso analisar se seu lucro líquido final é maior do que o investimento inicial. No caso de mercadorias, é necessário fazer a avaliação de seu custo inicial de estoque e do preço obtido ao vendê-la.

Ao contrário da lucratividade, a ideia de descobrir a rentabilidade de uma empresa dá uma noção mais geral sobre a sua real situação financeira. Via de regra, a rentabilidade de uma empresa é calculada a partir da fórmula:

Rentabilidade = Lucro líquido x 100 / Investimento

Tome-se como exemplo uma loja de camisetas que decide criar um e-commerce. Para isso, a loja investiu um total de R$ 10.000,00 em estoque, além da criação do site e da preparação de funcionários.

No final do primeiro mês, após descontar todos os custos do negócio, chega-se à conclusão de que ela lucrou R$ 2.000,00. Assim, aplicando a regra de cálculo de rentabilidade: R = 2.000 x 100 / 10.000 = 20%.

O que é lucratividade?

A lucratividade tem um conceito semelhante ao da rentabilidade, visto que usa também o lucro líquido como numerador principal de sua fórmula. Trata-se, porém, da relação entre o lucro líquido de uma empresa e a sua receita total.

Calculando a margem de lucro de um empreendimento, é possível saber quanto a empresa ganhou vendendo um dado produto. Esse cálculo é imprescindível para que o empresário saiba em qual momento será melhor investir em dado aspecto do negócio, sem ter prejuízos.

Para fazer esse cômputo, é preciso levar em consideração diversos aspectos, como o custo de vendas da mercadoria, além de despesas como estratégias e preços da concorrência.

A fórmula para calcular a lucratividade é a seguinte:

Lucratividade = Lucro líquido x 100 / Receita total

Levando em consideração o mesmo exemplo do e-commerce de camisetas, vamos supor que cada mercadoria fosse vendida a R$ 40,00, tendo uma margem de lucro líquido de R$ 10,00.

Em tal cenário, percebe-se que a lucratividade seria = 10 x 100 / 40. Dessa forma, a lucratividade de cada camiseta é de 25%.

Quais são as diferenças entre os dois conceitos?

Apesar de similares, lucratividade e rentabilidade podem apresentar características distintas entre si. Veja aqui as principais diferenças entre os dois conceitos:

Prazos

A diferença mais marcante entre os dois conceitos diz respeito ao prazo de cada um. Enquanto a rentabilidade faz uma avaliação a longo prazo, a lucratividade representa os ganhos imediatos de uma empresa em um dado período.

Sazonalidade

Na hora de saber se uma empresa é lucrativa e rentável, deve-se levar em consideração como é o esquema de vendas dentro do negócio. Há variação sazonal nas vendas?

Os estabelecimentos especializados na venda de brinquedos, por exemplo, veem seus números subindo em épocas como dia das crianças e natal. Tal sazonalidade influencia diretamente na rentabilidade de um negócio, já que pede investimentos maiores em alguns períodos específicos do ano.

Como se dá a relação entre rentabilidade e lucratividade?

Ainda é importante ressaltar que os dois termos trazem forte relação entre si. Para ter um panorama completo de sua empresa, é importante analisar como anda a sua rentabilidade, mas também a lucratividade.

Por exemplo: uma empresa bastante rentável, mas com pouca lucratividade pode enfrentar sérias dificuldades para se manter no mercado em que atua.

Nestas situações, essa empresa costuma ser um investimento de alto risco, uma vez que sua capacidade de obter lucros pode mudar drasticamente de acordo com qualquer oscilação no mercado.

Em contrapartida, uma empresa que se mostra lucrativa, porém pouco rentável, dificilmente tem um longo período de vida.

O ideal é encontrar a harmonia entre os dois conceitos dentro de seu negócio, procurando balancear tanto seus lucros quanto a sua porcentagem de rentabilidade.

Porque é importante analisar os dois fatores?

Enquanto a lucratividade de uma empresa diz respeito ao seu lucro direto em relação à receita bruta, a rentabilidade entrega uma apreciação mais abrangente, levando em conta aspectos como o investimento inicial efetivo para determinado produto.

Estudar tanto a lucratividade quanto a rentabilidade de seu empreendimento é de extrema importância. Isso porque, ao levar apenas um destes aspectos em conta, as chances de o empresário se enganar e pintar um quadro completamente diferente de sua real situação financeira será grande.

Avaliar somente um destes fatores também pode passar, muitas vezes, a falsa sensação de que o estabelecimento está obtendo sucesso, quando a realidade não é essa.

Além disso, confundir os dois conceitos pode ser um inimigo fatal de empreendedores. Afinal, de que adianta lucrar muito, se o investimento inicial necessário também for absurdamente alto? Ou ainda, não adianta nada ter alta lucratividade se a receita continua sendo baixa.

Para os negócios que ainda não começaram, vale alertar para o fato de que, sabendo quais são as reais porcentagens de rentabilidade e lucratividade de uma dada mercadoria, pode-se ter uma ideia geral de como o investimento será iniciado, e qual será o seu capital inicial e seu retorno.

Apenas através da análise concreta de ambos os fatores de um negócio é que será possível tomar as decisões mais certeiras quanto ao seu futuro, como no caso dos investimentos. Tendo os dois conceitos claros em mente, fica bem mais fácil descobrir em quais áreas da empresa deve-se aplicar mais recursos para seu crescimento ou recuperação.

Gostou do que leu sobre rentabilidade e lucratividade? Então não se esqueça de compartilhar este texto nas suas redes sociais, para ajudar mais pessoas a esclarecer essas dúvidas!

Sobre o autor

Finanças 360°

Somos uma startup com a missão de facilitar o gerenciamento financeiro de pequenos e médios varejistas. Para isso, desenvolvemos um sistema de gestão financeira que faz conciliação automática de cartões, conciliação bancária, gerenciamento de contas a pagar e contas a receber, fluxo de caixa e DRE. Criamos esse blog com o intuito de compartilhar nossas experiências e fazer desse espaço um lugar de muita troca de conhecimentos.

Share This